terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Pequenas atitudes, grandes diferenças. POR UMA BAURU MELHOR!

                       clique na imagem para ampliar

Matéria publicada no Jornal da Cidade de Bauru e região.
26/12/2010 JC nos Bairros
Pequenas atitudes, grandes diferenças
Vontade de ser exemplo

 
Acordar todos os dias, colocar os pés na calçada e se deparar com um belo jardim é uma das maiores satisfações do aposentado Osmar Antônio Godoy, 67 anos. Mas nem sempre foi assim. Morador do Núcleo Novo Jardim Pagani há 35 anos, Osmar teve, por longos e incômodos anos, de conviver com vielas mal iluminadas, abandonadas e cheias de mato e lixo.

Farto da situação, no meio deste ano, ele tomou uma atitude: decidiu exercer sua cidadania. Para isso, colocou a mão na massa e transformou a viela em frente à sua casa, uma das 15 existentes no bairro, em um belo jardim.

“Eu não suportava mais aquela situação. Ficava incomodado com tanto mato. Não me conformava em limpar a viela todos os dias e ver que, no dia seguinte, amanhecia tudo do mesmo jeito. Por isso decidi dar o exemplo. Estou recebendo muitos elogios, mas o que quero, na verdade, é que outros moradores tomem a mesma atitude”, propõe Osmar.

Além das quase 120 mudas plantadas no local, Osmar utilizou cerca de 1.200 garrafas pet para embelezar o espaço. Ele encheu uma a uma com água e colocou corante para deixá-las coloridas. A obra demorou quase 5 meses para ficar pronta, mas, segundo ele, ainda faltam alguns detalhes, como a grafitagem do muro, por exemplo.

A decisão foi apoiada pela esposa, Zoraide Bianchini Godoy, que também chegou a ajudar na obra. Além disso, algumas empresas, moradores e a prefeitura colaboraram com o empreendimento, limpando o terreno e doando mudas de plantas. Ainda assim, Osmar precisou desembolsar quase R$ 3 mil e executar sozinho toda a parte de mão-de-obra.

“Penso que muito do que fiz, como limpar o terreno, por exemplo, é dever da prefeitura. Porém, cabe aos moradores do bairro exercer a cidadania e manter o local limpo. Não é preciso que façam tudo da mesma forma que fiz, basta que cuidem e zelem pelo local onde moram”, ensina ele, orgulhoso. 





Modernidade como aliada

Para alguns, a internet é um instrumento de pesquisa. Para outros, de diversão. Já para o aposentado Antonio Morales de Camargo, 61 anos, o ambiente virtual é uma ferramenta importantíssima para a reivindicação de melhorias para o Novo Jardim Pagani, bairro onde mora.

A ideia de utilizar a internet para exercer a cidadania surgiu há cerca de dois anos, quando um grupo de pessoas do local decidiu reorganizar a associação de moradores. Recém aposentado, Antonio percebeu que podia colaborar: assumiu o cargo de primeiro secretário da organização e criou um blog, o http://novojardimpagani.blogspot.com.

A ideia, segundo ele, é utilizar a moderna ferramenta não somente para divulgar os problemas do local, mas também para debater soluções com os moradores do bairro, membros do poder público e a sociedade no geral.

“O blog tem a função de facilitar e mediar a comunicação entre quem vive no bairro e as autoridades públicas. É uma forma de expor o que acontece aqui e apontar o que cada um pode fazer para melhorar o bairro. A aceitação tem sido ótima”, comenta ele.

Para abastecer o blog, Antonio percorre as ruas do Novo Jardim Pagani com uma máquina fotográfica na mão, à caça de irregularidades, coisas que podem ser melhoradas e mudanças positivas já efetivadas.

Entre os principais temas pautados na página virtual estão a precariedade das vielas, manifestos contra a instalação do minidistrito industrial na entrada do bairro, a sujeira e o mato alto dos terrenos, além dos problemas de iluminação.

“Mas muita coisa já foi resolvida. A iluminação, por exemplo, já melhorou bastante. Penso que o poder público tem um papel fundamental na estruturação do bairro, mas sei que sem a colaboração dos moradores nada é possível”, pondera Antonio. 

domingo, 19 de dezembro de 2010

Moção de aplauso na Câmara Municipal

O Vereador Carlão do Gás apresentou na Câmara Municipal de Bauru moção de aplauso ao Sr. Osmar Antonio Godoy responsável pela transformação de uma das vielas de nosso bairro em um verdadeiro jardim:

"MOÇÃO DE APLAUSO ao Senhor Osmar Antonio Godoy pela dedicação, imaginação, inteligência, coragem, abnegação e persistência na atitude que teve em transformar o ambiente em que vive, criando no Novo Jardim Pagani um local alegre e florido."

A moção de aplauso foi aprovada por unanimidade na  sessão ordinária da Câmara Municipal do dia 22/11/2010. Nossos parabéns ao Sr. Osmar.

            Documento entregue ao Senhor Osmar 
     pelo Vereador Carlão do Gás

                                         Clique na imagem para ampliar 

    Momento da entrega do documento
                                                                        

     Na viela( da esquerda para a direita: 
Vereador Carlão do Gás, Senhor Osmar, Adalgizo(Presidente da Associação de Moradores.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Asfalto novo no bairro

Finalmente as duas ruas dos dois lados da garagem da RIL(Rodoviário Ibitinguense Ltda.) estão sendo asfaltadas para a alegria dos moradores que pediam a melhoria há 30 anos.
Graças aos esforços conjuntos do Vereador Carlão do Gás e da Associação de Moradores e, claro, da chancela do Prefeito Rodrigo Agostinho as duas ruas estão em trabalhos de colocação de guias e asfaltamento como podem ver nas fotos recentes que tiramos de lá.


Clique aqui para ver mais fotos

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Previsto grande investimento no Estádio Municipal Prefeito Edmundo Coube

Boa notícia para a cidade e especialmente para o NOVO JARDIM PAGANI  
pois o Estádio localizado no Jardim Araruna fica na entrada de nosso bairro e sua modernização beneficiará toda a região.

                                                                     Maquete do estádio 
Para ver mais fotos de aspectos da maquete, clique aqui.
As fotos da maquete foram publicadas pelo jornal BOM DIA BAURU.



Jornal da Cidade de Bauru e região

11/11/2010 - Esportes

Jogos Abertos/Copa 2014: Complexo do Cedesp pode custar até R$ 12 milhões 


A construção do complexo esportivo batizado de Centro de Desenvolvimento Esportivo (Cedesp), na área do estádio Edmundo Coube, é a principal obra de infraestrutura esportiva planejada para a edição bauruense dos Jogos Abertos do Interior (JAIs) em 2012 e para Bauru anabolizar sua candidatura à subsede da Copa do Mundo em 2014 no Brasil.

O secretário municipal de Esportes de Bauru, José Carlos de Souza Pereira, o Batata, confirmou ontem ao JC que o custo total estimado do Cedesp pode chegar a R$ 12 milhões. “Vi uma matéria hoje (ontem) falando em R$ 20 milhões. Está totalmente fora da realidade R$ 20 milhões”, afirma o secretário.

O JC antecipou com exclusividade, na edição de anteontem, os detalhes de cada aparelho projetado para o Cedesp, que terá parte das obras realizadas para o JAIs estimadas em R$ 5 milhões a R$ 8 milhões. O ginásio poliesportivo para mais de 3 mil pessoas planejado tem projeto construtivo de estrutura simplificada e custaria aproximadamente R$ 1,5 milhão.

Batata não confirma, mas não nega, o valor estimado só para o ginásio porque cada aparelho esportivo planejado para o Cedesp precisa, ainda, ser orçado por técnicos especializados em engenharia. “A minha pretensão é construir um ginásio factível, que atenda as necessidades do município nas modalidades e que não custe caro”, explica Batata.

O estádio Alfredo de Castilho consta também do projeto enviado nesta semana ao Comitê Organizador do Estado de São Paulo (Coesp) da Copa do Mundo no Brasil em 2014. Conforme Batata, o estádio do Esporte Clube Noroeste (ECN) seria palco para a seleção estrangeira abrigada em Bauru jogar uma partida beneficente e também campo para treinos, conforme exige o caderno de encargos da Fifa para as subsedes. O Cedesp seria centro de treinamento para a preparação desta delegação internacional hospeda em Bauru.


Corrida pela grana


A largada para a corrida aos cofres públicos da União e do governo estadual começou ontem, inicialmente, com o prefeito Rodrigo Agostinho (PMDB) e o secretário municipal Ricardo Oliveira, da Sear e presidente municipal do PTB. Ambos estiveram em Brasília, ontem, para amarrar dinheiro do Orçamento da União de 2011 para Bauru, incluindo também pedidos específicos para a área de esporte e turismo.

Rodrigo protocolou pedidos de emendas parlamentares nos 70 gabinetes da bancada paulista na Câmara dos Deputados, durante a tarde de ontem. “Estamos com uma expectativa boa e fazendo vários pedidos para infraestrutura esportiva. Mas vai depender dos deputados quererem ampliar sua atuação na cidade de Bauru. Visto que Bauru não tem deputado federal”, explica o prefeito.

No período da manhã, os peemedebistas Rodrigo e o deputado federal Michel Temer e os petebistas Ricardo Oliveira e o deputado federal Arnaldo Faria de Sá conversaram sobre dinheiro para estruturar o segmento esportivo e de turismo em Bauru. Temer, além de presidir a Câmara, é vice-presidente eleito e coordenador-geral da transição do governo Lula para o da presidente eleita Dilma Rousseff.

À noite, Rodrigo e Oliveira se reuniriam com o senador petebista Gim Argello, relator-geral da peça orçamentária da União para 2011 e líder do PTB no Senado. “É ele (Gim) quem vai dizer as emendas que vão entrar ou não. Ele que vai definir o orçamento do primeiro ano do próximo presidente (Dilma)”, comenta Oliveira.

O petebista antecipou, antes da reunião com o senador, em que um tema da conversa com Argello era a inclusão de emendas para Bauru construir o Cedesp com o argumento de que infraestrutura esportiva e turística são carências do município devido à realização do JAIs 2012. “Vamos buscar inclusive a orientação do senador Gim para ver o que é viável. Embora a gente estime que por volta de R$ 10 milhões a R$ 12 milhões a gente construa esse complexo”, adianta o petebista.

Oliveira detalha que no contato com os deputados federais do PTB Nelson Marquezelli e Arnaldo Faria de Sá a investida é no sentido da inclusão de emendas para a infraestrutura de recepção dos visitantes que virão a Bauru durante os Jogos. Na volta a Bauru, Rodrigo e Oliveira farão, hoje, uma parada em São Paulo para agendar a data da visita da comitiva da Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo (Selt) para um raio X das condições de Bauru para receber os Jogos Abertos.

A conversa será com o secretário Benedito Fernandes e com o deputado estadual Campos Machado, líder do PTB na Assembléia Legislativa (Alesp).

                                                                                                                                      Ricardo Santana

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

VIELA VIRA JARDIM

                                           (clique sobre a foto para vê-la maior)

Matéria publicada no Jornal da Cidade de Bauru e região na edição do dia  28/10/2010

Viela com mato vira jardim no Pagani

Inconformado com o abandono e o mato alto, morador do bairro transforma viela perto de casa em obra paisagística

Adilson Camargo

Por iniciativa de um morador, o Jardim Pagani acaba de ganhar um novo jardim. Cansado de ver as vielas do bairro tomadas pelo mato alto, especialmente a que fica a poucos metros de sua casa, o aposentado Osmar Antônio Godoy, 67 anos, decidiu pôr a mão na massa - e no bolso - para transformar o local em um espaço de rara beleza.

Ainda faltam alguns acabamentos, como a pintura de toda a calçada, dos muros e das muretas que ficam nos dois extremos da viela, mas o principal, que é o jardim, já está pronto.

Osmar diz ter começado o trabalho na metade deste ano. Num esforço solitário, solicitou ajuda de empresas para limpar o terreno, recorreu à prefeitura para conseguir mudas de plantas e placas de gramas. O morador pagou do próprio bolso praticamente tudo o que tem no jardim. A mão de obra também é dele. Desde o plantio das mudas até o serviço de encanamento, já que parte da água de algumas residências vizinhas da viela eram despejadas no local.

Apesar do trabalho, do gasto e do prejuízo (parte do material utilizado foi furtada ou danificada por vândalos durante a montagem do jardim), Osmar não desistiu de sua empreitada. Hoje, ele olha com orgulho para o resultado de sua persistência. “Não fiz isso para me aparecer, mas para que sirva de exemplo para todos que é possível deixar o bairro mais bonito. Se precisarem da minha ajuda, estarei à disposição”, declara. Segundo ele, existem em torno de 15 vielas no bairro.

O morador usou cerca de 1.200 garrafas pet para dar um toque especial à sua obra. Ele encheu uma a uma com água e colocou corante para deixá-las coloridas. Osmar conta que comprou as garrafas de catadores de recicláveis. Ele comprou também cerca de 75 mudas de árvores ornamentais para paisagismo, que se somaram às 40 que ele ganhou da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

Segundo ele, as chuvas dos últimos dias ajudaram a melhorar a cor do jardim. O verde, agora, está mais vivo, e em algumas plantas começam a brotar as primeiras flores, tornando o ambiente ainda mais colorido e belo.

Apesar das chuvas, que começam a cair com mais frequência, Osmar não descuida do jardim. Pelo menos uma vez por dia ele rega as plantas e a grama com o uso de uma mangueira.

Quando não é possível contar com a ajuda dos vizinhos que ficam ao lado da viela, ele coloca a mangueira na torneira da casa dele e atravessa a rua com ela, mesmo correndo o risco de um veículo pesado, como um caminhão, por exemplo, danificá-la. Para não correr mais esse risco e não precisar ficar contando com a boa vontade dos vizinhos, o aposentado vai solicitar que o Departamento de Água e Esgoto (DAE) instale um bico de água na viela.

O morador Rafael Norato, 29 anos, acompanhou todo o trabalho do vizinho. Vendo a transformação pela qual passou a viela, ele elogiou a iniciativa e o esforço de Osmar. “Ficou muito bonito. Mudou totalmente o visual, ficou mais agradável. Ao invés de mato alto, agora temos um jardim muito bem cuidado e bem feito”, observa.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

ILUMINAÇÃO DO BAIRRO

Técnico Edson substituindo luminárias da R. Manoel S. Quialheiro.
  
Nosso bairro está agora mais iluminado! Foi completada a troca de lâmpadas e das hastes de iluminação de todas as ruas. Anteriormente já tinham sido iluminadas as vielas. Só temos a agradecer ao prefeito Rodrigo Agostinho e à sua equipe. A Associação de Moradores só tem a comemorar, pois o esforço conjunto com o Vereador Carlão do Gás tornou realidade antigas aspirações do bairro.

As novas lãmpadas são mais eficientes e deram nova e iluminada aparência noturna ao bairro.

Esperamos agora sermos incluídos nos planos da prefeitura para o recapeamento asfáltico das ruas do bairro.

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Iluminação das vielas do bairro



Finalmente foram colocados os postes de iluminação das vielas. Estão recebendo as hastes de iluminação com as respectivas lâmpadas e em seguida ligadas. As vielas estão iluminadas!  

Isso foi possível graças a uma  ação conjunta da Associação de Moradores e do Vereador Carlão do Gás.

Registramos aqui prontidão da Secretaria de Obras(Secretário Eliseu Areco) e a chancela do Prefeito Municipal Rodrigo Agostinho, bem como o apoio da Sear(Secretário Luis Ornellas), que tem se esmerado em atender às demandas do bairro. 


Infelizmente algumas vielas do bairro que foram ocupadas por moradores vizinhos preocupados com a segurança de suas casas - e que já receberam notificação da prefeitura para desocupá-las - ficaram fora do projeto.

O passo seguinte é a reurbanização de todas as vielas pela prefeitura para que possamos realizar uma campanha para que os moradores de cada rua se reúnam para cuidar da manutenção desse importante espaço público de nosso bairro.

Na foto a viela que foi remodelada pelo Sr. Osmar (entre as ruas Maestro Oscar Mendes e Luiz Bonetti) já com postes de iluminação. A viela, graças à iniciativa e ao trabalho duro do seu benfeitor, se transformou num verdadeiro jardim e esperamos que mais moradores do bairro se inspirem no seu exemplo.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Recape asfáltico- quando chegará a nossa vez?

 
 Retirado do site da Prefeitura Municipal de Bauru
 
16/09/2010  | Obras
 
Obras de recape no Jardim Bela Vista terão sequência nesta sexta-feira
 
As obras de recape na Rua Alto Purus, Jardim Bela Vista, terão sequência nesta sexta-feira (17/09). Os serviços que foram iniciados na última quarta-feira (15/09) pela quadra 11, sentido decrescente, chegaram nesta quinta-feira, 17, à quadra 07.

Também nesta quinta-feira foram recapeados trechos das ruas Gustavo Maciel e Rio Branco, ambas entre a Ezequiel Ramos e a Julio Prestes; Rua Araujo Leite, da Duque de Caxias à Capitão Gomes Duarte e na Rua Padre João, entre a Gustavo Maciel e a Avenida Octávio Pinheiro Brisola.

Para esta sexta-feira estão previstas frentes de trabalho na Rua Padre João, entre a Gustavo Maciel e a Rio Branco, e na Araujo Leite entre a Padre João e a Machado de Assis.
Como vem acontecendo rotineiramente, a Emdurb providenciará ainda nesta noite de quinta-feira, as interdições dos trechos a serem recapeados e durante a execução das obras disponibilizará equipes do GOT para orientar o trânsito.

As obras fazem parte do Programa de 384.000 metros quadrados de recape asfáltico (equivalente a 480 quadras padrão) e 1.000 metros cúbicos de fresagem de pavimentação e estão sendo executadas pelas empresas Jaupavi Terraplanagem e Pavimentação LTDA, Fortpav Pavimentação e Serviços LTDA e H. Aidar Pavimentação e Obras LTDA, vencedoras do processo licitatório. O valor total do projeto gira em torno de R$ 7,3 milhões.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O novo ESTÁDIO PREFEITO EDMUNDO COUBE e o mini-distrito industrial

 
Carta publicada na Tribuna do leitor do JC na edição do dia  09/09/2010
 
O novo ESTÁDIO PREFEITO EDMUNDO COUBE
Em agosto passado, mais exatamente dia 21, o prefeito Rodrigo Agostinho reinaugurou o Estádio Municipal Prefeito Edmundo Coube, totalmente remodelado, que se tornou um espaço muito importante de esportes e lazer da cidade. Além do campo de futebol, que é rodeado de pistas para a prática de atletismo ou simples pista de caminhadas para os moradores, acrescentou-se uma pista para aeromodelismo e, futuramente, estão prometidas uma pista de bike e, talvez, campos de malha e bochas destinadas às pessoas da chamada terceira idade.

Nós, moradores do Novo Jardim Pagani, estamos agradecidos pela renovação do Estádio, bem como, acredito eu, todos os moradores daquela área. Só falta agora que o prefeito Rodrigo Agostinho reconsidere o projeto de instalar um minidistrito industrial justamente ao lado do Estádio.

Seria uma pena que área tão bonita e agradável, que recebeu investimentos públicos para se tornar um local para o desenvolvimento de atividades esportivas e de lazer, fosse descaracterizada como tal pela instalação de pequenas indústrias que teriam um impacto ambiental negativo naquela área.

Sugerimos ao prefeito que envie solicitação à Câmara Municipal pedindo para mudar a destinação do lote escolhido para um minidistrito para a construção no local de uma Emeii, que além de ser totalmente compatível com o local, resolveria o problema da atual Emei do bairro (que atende crianças de bairros vizinhos, inclusive), cujo prédio não tem mais condições de atender condignamente seus alunos, dado o obsoletismo e a impossibilidade de ampliá-lo no mesmo local.

Esperamos que o bom senso predomine nesse caso e que possamos realmente priorizar soluções que contribuam, de fato, para com a qualidade de vida dos moradores do bairro e arredores.

Antonio Morales de Camargo - morador do bairro e 1º secretário da Associação de Moradores do Novo Jardim Pagani

     

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Dia das Associações de Moradores


Jornal da Cidade de Bauru e Região - Tribuna do Leitor
02/09/2010
PARABÉNS ÀS ASSOCIAÇÕES DE MORADORES

A lei número 3.577, de 22 de junho de 1993, promulgada pelo então prefeito Tidei de Lima, foi uma iniciativa do vereador Expedito Bonetti, criando o Dia das Associações de Moradores de Bauru. 
A lei número 4.890, de 28 de agosto de 2002, dos vereadores Rodrigo Antonio de Agostinho Mendonça e Maria José Majô Jandreice, altera o artigo primeiro da lei 3.577, que comemora o dia das associações de moradores no segundo domingo do mês de agosto, para a terceira semana do mês de agosto, promulgada pelo prefeito Nilson Costa. 

Relembro este acontecimento para expor da grande importância das associações de moradores, formadas por pessoas que voluntariamente se doam em benefício dos bairros que residem, discutindo e buscando junto às autoridades constituídas, quer profissionalmente ou por cargos eletivos, a melhora de vida em cada bairro.

Não podemos nos esquecer e agradecer ao prefeito Tuga Angerami, que através da Secretaria dos Projetos Comunitários alavancou a formação dessas associações. 

Hoje agradecemos ao prefeito Rodrigo Agostinho por estar prestigiando esses valorosos diretores e diretoras das associações de moradores, confeccionando galerias e asfalto no Jardim Carolina e bairros adjacentes. 

Graças à ideia do então vereador sr. Expedito Bonetti, podemos agora, na terceira semana do mês de agosto, homenagear todas as associações de moradores de Bauru e agradecer à brilhante iniciativa desse homem, que lembrou de todos nós, nos presenteando com esse dia muito importante para a união do povo, em prol do desenvolvimento da nossa cidade. Parabéns às associações de moradores pelo seu dia.


José Ionas dos Santos - radialista, ex-presidente da Associação dos Moradores do Jardim Carolina

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Pista de Bikes no Estádio Edmundo Coube

Durante a cerimônia de inauguração, alguns garotos interessados em uma pista para bicicletas foram apresentados ao Secretário de Esportes, José Carlos Batata e a vice - prefeita Estela Alexandre Almagro .

O Secretário e a Vice prefeita não só prometeram a pista de terra para os garotos do Bike Club como pediram pra inserir as fotos no "Blog do Novo Jardim Pagani" e informaram que os dois serão sócios honorários do clube. A pista será no espaço de terra oposto às arquibancadas. Seguem as fotos que registram a ocasião:

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Novo Jardim Pagani reage e salva vielas

Matéria publicada no jornal Bom dia Bauru, em 22 de agosto de 2010

Bairro reage e salva vielas

Moradores que cuidam da marca registrada do Novo Jardim Pagani viram exemplo para recuperação das passagens 

Marlene beija flor de árvore que plantou no jardim que cuida há 20 anos,em viela do Novo Jardim Pagani: atitude é exemplo para melhorar o bairro

Cristina Camargo
Agência BOM DIA


Quando pensa na morte, Marlene Estevanato, 67, sente um medo: o abandono da viela que adotou informalmente há 20 anos, no Novo Jardim Pagani.

“Nunca vou abandonar, de jeito nenhum. Minha preocupação é morrer. Quem vai cuidar? Meus filhos estão encaminhados, mas e o jardim?”

O bairro tem as vielas como uma das suas principais características. Elas cortam os extensos quarteirões por exigência da legislação, obedecida pelo loteador da área.  Facilitam o trânsito de pedestres e dão um ar peculiar ao Novo Pagani. 

A solução legal, no entanto, virou problema. Apenas quatro das 18 vielas são bem cuidadas e servem à comunidade. Outras três foram ocupadas irregularmente. Os proprietários receberam notificação para regularizar a situação. As demais sempre foram abandonadas e precisam passar por processo de urbanização.

O espaço adotado pela moradora, um dos poucos bem cuidados, tem árvores, flores e caminho sem buracos. É limpo e já tem iluminação pública - recebeu o poste antes das outras vielas numa consideração ao trabalho de Marlene.

“Varro duas vezes por dia. E tem um jardineiro que me ajuda”, conta.
Nos 15 anos em que o marido ficou doente, sob seus cuidados, cuidar e passear pelo local era a única distração da mulher.

No início, quando plantava as árvores e flores, era comum acordar de manhã e ver o local cheio de entulho. Marlene preferia não reclamar. Tirava tudo, deixava o jardim limpo de novo, sempre com paciência. Até que pararam de jogar lixo.

“A mentalidade mudou”, comemora. As flores, que a cuidadora até beija, agradecem.

Exemplo
 

A atitude dela é apontada pela diretoria da Associação de Moradores do bairro como exemplar.
Empossados em janeiro deste ano, os diretores trabalham para que a prefeitura urbanize as vielas abandonadas há muito tempo.

Depois disso, os moradores assumiriam a manutenção cotidiana.

O primeiro passo já foi dado. Funcionários da Emdurb estiveram no bairro e limparam as vielas que estavam com mato alto e sujeira. A iluminação de todos os espaços já foi prometida.

Inspirado pelos novos ares no bairro, Osmar de Godoy, 67, vice-presidente da associação, assumiu os cuidados com a viela vizinha da casa em que vive.

O morador transformou o espaço num caminho bonito e lúdico. Uma empresa que tem sede no bairro doou a grama para os jardins. Da prefeitura vieram diversas mudas de árvores e flores. Para arrematar, Osmar comprou quase mil garrafas pets de catadores de lixo reciclável, encheu-as de água colorida e decorou os canteiros.

“Minha intenção não é aparecer, me mostrar e sim fazer para a população poder usar”, diz.
Segundo ele, antes da reforma voluntária era até perigoso passar pelo local, mesmo durante o dia, por causa do matagal.

A transformação da viela, antes suja e intransitável, agora colorida e bonita, foi documentada pela Associação de Moradores.

As fotos confirmam: nem parece o mesmo lugar.

Blog informa e ajuda na mobilização

Aposentado há três anos, Antonio Morales de Camargo, 61, ex-diretor do Senac, agora tem tempo para participar dos trabalhos comunitários. Ele é primeiro secretário da Associação de Moradores e responsável pelo blog [ http://novojardimpagani.blogspot.com ] em que todas as ações são divulgadas.

Nas reuniões, são cadastrados e-mails dos moradores, que depois recebem os links dos novos textos. Já são 300 endereços eletrônicos registrados e abastecidos.

“Além do que, temos uma gestão transparente”, diz.

Todos os diretores moram no bairro há mais de 20 anos. Estão unidos numa reivindicação que já motivou duas reuniões com o prefeito Rodrigo Agostinho e várias conversas com vereadores: a manutenção da característica residencial.

É que a prefeitura planeja instalar um minidistrito industrial na entrada, em área de 6.800 metros quadrados.

A associação é contra e levou à prefeitura uma lista de alternativas: construção de  escola municipal, condomínio vertical, hotel, supermercado ou até mesmo academia ao ar livre.

A poluição, o aumento do trânsito de veículos pesados, a degradação do asfalto e a suposta incompatibilidade entre uma área de lazer e esportes [o estádio Edmundo Coube] e as indústrias são as principais razões da mobilização. Os moradores não aceitam o argumento de que a área foi desapropriada para instalação de indústrias.

“Conversamos com vereadores e eles disseram que podem mudar a destinação, com base em projeto do prefeito”, diz o presidente da associação, Adalgizo Ferreira.

sábado, 21 de agosto de 2010

Prefeito reinaugura Estádio Prefeito Edmundo Coube

O Prefeito Rodrigo Agostinho reinaugurou este sábado, dia 21/08/2010, o Estádio Prefeito Edmundo Coube totalmente remodelado com seu campo de futebol e arquibancadas reformado e com pistas de atletismo em seu entorno.

O estádio conta também com uma pista para aeromodelismo. Há espaço para que outras modalidades sejam acrescentadas, como por exemplo um campo de bochas e outro de malhas focando a população da terceira idade, que foram mencionados pelas autoridades presentes como próximas melhorias do estádio.

O estádio se localiza na entrada de nosso bairro e se constitui em importante melhoria e embelezamento da região. Nossos parabéns ao Prefeito Rodrigo Agostinho por realizá-la e tirar do abandono um importante espaço de lazer e esportes para a população dos bairros vizinhos e para Bauru.


 Se quiser ver mais fotos do evento clique aqui


domingo, 8 de agosto de 2010

APELO AO SENHOR PREFEITO MUNICIPAL - de novo o mini-distrito


Carta publicada no Jornal de Cidade de Bauru e região, na edição de domingo, dia 08 de agosto de 2010.
 
No dia 23 de julho fomos recebidos pelo Senhor Prefeito Municipal Rodrigo Agostinho, com a presença do Secretário do Desenvolvimento Richard Vendramini, para tratar do assunto mini-distrito industrial em nosso bairro - Novo Jardim Pagani - e outros assuntos, ocasião que apresentamos proposta de mudar a destinação do local como colocamos como item primeiro de nossas demandas para o Orçamento participativo 2010/2011.
 
# Construção de uma EMEII  no local destinado ao um mini-distrito industrial, na entrada do bairro. A EMEI existente no bairro é pequena, acanhada e sem condições técnicas, mesmo assim atende  a outros bairros como Colina Verde, Vila São Paulo, Pq.City, Araruna, Flórida, Perdizes, Nova Florida e até Vista Alegre. Isso justifica plenamente a construção de outro prédio já que o prédio atual não tem espaço para ampliação. Seria uma excelente oportunidade de a Prefeitura resolver esse problema.
 
Fomos informados que a destinação do lote não pode ser alterada, pois consta da justificativa do decreto de desapropriação. Contudo, sabemos através de consultas, inclusive a vereadores, que isso pode ser feito. Basta o Prefeito enviar solicitação para a Câmara Municipal.
 
Fazemos portanto, um apelo ao Senhor Prefeito Municipal Rodrigo Agostinho para que envie solicitação à Câmara Municipal para a apreciação dos vereadores que poderão debater a questão e alterar, se assim aprovarem, a destinação do local, para possibilitar a construção de uma escola no local, proposta que acreditamos muito mais adequada para uma área eminentemente residencial que já sofre bastante com a instalação de barracões de modo desordenado e inconveniente. 
 
 
Adalgizo W. M. Ferreira
Presidente da Associação de Moradores do Novo Jardim Pagani
 
Antonio Morales de Camargo
1o. Secretário

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Orçamento participativo- demandas apresentadas


Relação de demandas apresentadas pela Associação de Moradores do NOVO JARDIM PAGANI, para o ORÇAMENTO PARTICIPATIVO da Prefeitura Municipal de Bauru na reunião ORÇAMENTO PARTICIPATIVO - 28/07/2010 realizada no RESIDENCIAL NOVA BAURU, às 19h, no CENTRO DE AMPARO E ASSISTÊNCIA À DIGNIDADE HUMANA ( CAADH). localizado na Rua José Santos Garcia, 1-115.


1. Construção de uma EMEII no local destinado ao um mini-distrito industrial, na entrada do bairro. A EMEI existente no bairro é muito pequena e apertada e atende precariamente as necessidades do bairro e imediações. Seria uma boa oportunidade de a Prefeitura resolver esse problema

2. Prolongamento da Avenida da Av. Darci Cezar Improta. Essa avenida passa pelo Jardim Flórida e está interrompida na Chácara das Freiras. Prolongamento seja a partir do outro lado da chácara, continuando sob o linhão até a futura marginal da Rodovia Bauru-Arealva. Trata-se em um trecho relativamente pequeno, e o poder público poderá realizar parcerias com os proprietários dos terrenos do local.

3. Recapeamento da principal rua do bairro e corredor de ônibus. Rua Manoel Mendes Caetano cujo asfalto se encontra em péssimo estado e cheio de remendos. Devem ao mesmo tempo serem asfaltadas duas ruas ainda sem alfalto em ambos os lados da garagem do RIL(Rodoviário Ibitinguense Ltda.) - Rua Guiomar Santinho e Rua Maria M. Rocha - e também as primeiras quadras das ruas José E. O. Castro e João J. da Gama que são as últimas ruas do bairro, que dão acesso ao trevo do Bairro Colina Verde.

4. Construção de galerias pluviais na Rua Henrique Mingardi para captação da água que desce da parte superior do bairro, juntamente com a construção de calçadas do lado que margeia a Rodovia. A obra seria completada com o recapeamento asfáltico da Henrique Mingardi , Rua Manuel T. Pinto Ribeiro e Rua Severino D. Souza(continuações da H. Mingardi que acompanham a rodovia.

5. Urbanização das vielas do bairro que estão em completo estado de abandono e das que forem reincorporadas ao patrimônio público, pois no momento foram ocupadas ilegalmente por moradores.

6. Construção de canaletas em várias esquinas e cruzamentos de ruas, pois o bairro não possui galerias e a água se espalha ao chegar nas esquinas espalhando o barro e a sujeira que carrega.

OBS: o asfalto do bairro todo tem mais de 20 anos e já ultrapassou seu prazo de validade, o que o torna extremamente frágil exigindo constantes trabalhos de tapa-buracos.

sábado, 17 de julho de 2010

Orçamento Participativo de Bauru




As reuniões do Orçamento Participativo são abertas a todos os munícipes.

Nos encontros com a comunidade serão discutidas as demandas prioritárias da população, entre elas saúde, pavimentação e equipamentos urbanos, que somadas às demandas levantadas pelas próprias secretarias deverão integrar as propostas do PPA e do Orçamento Participativo, um mecanismo governamental que permite aos cidadãos influenciar ou decidir sobre os orçamentos públicos, geralmente com relação aos investimentos das prefeituras municipais, através de processos de participação cidadã, tomando por base o Plano Diretor da Cidade.

Nosso bairro está vinculado à Administração Regional do Mary Dotta e é lá que representantes desta Associação deverão estar presentes para apresentar projetos e demandas do Novo Jardim Pagani.

Estão convidados também todos os moradores que quiserem participar para apresentar e apoiar nossas demandas.

A REUNIÃO PARA QUE OS MORADORES DE NOSSO BAIRRO APRESENTEM PROPOSTAS.

Região Mary Dota/Santa Luzia/
Novo Jardim Pagani
29 de julho - 19h00
Assoc. Esportiva de Malha Pedro Priolo,
ao lado da Regional Mary Dota - Rua Izzat Muhammad Saaed, Qd 2 Mary Dota

Mais informações no site da Prefeitura Municipal de Bauru. Clique aqui

terça-feira, 13 de julho de 2010

NÃO VOU DESISTIR


Publicamos carta/desabafo do Sr. Osmar que está dando um exemplo de cidadania e coragem ao adotar uma de nossas vielas e a está reformando com seu próprio suor. Como ele mesmo diz em sua carta está recebendo ajuda de alguns, mas também está sendo vítima de vândalos que destroem o trabalho feito.

Antonio Morales


 “ A MAIS NOBRE MISSÃO DO SER HUMANO É AJUDAR SEUS SEMELHANTES POR TODOS OS MEIOS AO SEU ALCANCE”

Não vou deixar que vândalos destruam meu trabalho, que meu idealismo seja abalado, ao ponto desistir de tornar meu sonho em realidade !

Tornar a Viela de pedestres abandonada, suja, com caramujos africanos, ratos, cobras , baratas, mato alto, local de depósito de poda de árvores, sem iluminação em Viela transitável, com flores, decorada com garrafas coloridas (ecologicamente correta ), com a canalização de águas descartadas incorretamente na mesma...

Não vou desistir, apesar de ver meu trabalho destruído inúmeras vezes !

Agradeço todos pelo apoio, que incentivam, que elogiam minha dedicação, minha vontade de ver um NOVO JARDIM PAGANI, mais belo, mais iluminado, mais seguro !

Para aqueles que criticam minha atividade : não destruam o que foi ( e será) construído ! Pois o determinado, corajoso, esforçado, OSMAR , vai continuar sua obra tal qual foi planejada, idealizada, sendo executada para ser nosso CARTÂO de VISITA e exemplo para Empresas e outros moradores responsáveis, façam o mesmo, conservem, fiscalizem, colaborem com exemplos de CIDADANIA.

Venha conhecer o meu trabalho, sob sol escaldante, trabalho solitário com apoio da esposa, dos queridos amigos da ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES, da SEMA, e alguns que colaboraram com doações importantes. Teremos uma viela transformada com flores e iluminada... Com ajuda, sem destruir, conservar sempre, a satisfação de fazer bem feito o que deve ser feito, ou seja um local agradável de ver e caminhar ...

Preciso de ajuda, hoje e sempre, conto com você !!! Até breve !

OSMAR GODOY

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Vielas do Novo Jardim Pagani - vamos colaborar com e imitar o Sr. Osmar!


Carta publicada no Jornal da Cidade de Bauru, na Tribuna do leitor, edição de 15 de julho de 2010.


As palavras convencem, os exemplos arrastam ! Dois exemplos de cidadania : A cidadã que sempre cuidou da viela, transformando-a em jardim e a iluminação instalada refletem sua luz interior, exemplo a ser seguido por todos moradores !

Outro exemplo : O sr. OSMAR e esposa Zoraide adotaram a viela entre as ruas Luiz Bonetti e Rua Maestro Oscar Mendes, canalizaram águas pluviais que eram descartadas na mesma, vem implementando uma decoração ecológica com garrafas pet coloridas, sob o sol escaldante, horas sem fim de trabalho, com apoio da SEMA embelezar com flores, o que era mato, depósito de podas de árvores, lixo, fonte de caramujos africanos, ratos, etc.

Ou seja o exemplo do sr Osmar que deve merecer o respeito e adotado por Empresas (é momento para retribuir como exemplo de empresa-cidadã ) e outros moradores em outras vielas, transformando o nosso querido bairro, fazendo jus ao nome de JARDIM, mais belo, mais iluminado, mais seguro !

Mas... o trabalho do sr. Osmar vem sendo destruído na calada da noite, não sabemos se por crianças mal educadas com a conivência dos pais ( qual futuro que lhes aguarda ? ) ou alguém mal resolvido com a vida que não gosta do que é bonito, diferente, ecológico !
 
Saibam todos os moradores : O projeto de paisagismo é lindo ! Com planos de decoração, se autorizadas pelos moradores, de trabalho de grafitagem ! Tudo para servir de exemplo, repito para que outros façam o mesmo ou melhor, na conservação das vielas para pedestres.

Não sigam o exemplo de quem descartou na viela entre Rua Manoel dos Santos Quialheiro e Rua Luiz Bonetti, galhos podados de sua árvore ou jardim, obstruindo a calçada e entrada da referida viela ! É lamentável ! Péssimo exemplo de cidadania !

Sr. Osmar, sei da sua indignação, das críticas, da falta de colaboração, mas não abandone seu sonho, vamos torná-lo realidade ! Espero mudanças de atitudes de moradores leitores do JC, mais esclarecidos, venham conhecer o seu trabalho e ofereçam apoio ao seu projeto !

Esmorecer jamais ! Conte comigo, hoje e sempre !

ANTONIO  CARLOS  SPACCA

sábado, 10 de julho de 2010

A viela do Sr. Osmar

Continuam os trabalhos de reforma da viela entre as ruas Maestro Oscar Mendes  e a Luiz Bonetti. Quem passar por lá pode ver seu Osmar pessoalmente trabalhando na limpeza e ajardinamento da viela.
Estão sendo usadas garrafas PET vazias transparentes e cheias de água colorida para delimitar os futuros canteiros.

As águas pluviais estão sendo canalizadas para não prejudicar futuramente o jardim. Em breve teremos mais uma viela transformada em jardim, onde os moradores poderão transitar com prazer.


Depois de terminada, a viela deverá receber iluminação, como aconteceu com a "viela da Dona Marlene" entre as ruas Mario Manoel Sales Algodoal e Silvio Marques Júnior.

Esperamos que o exemplo do Sr. Osmar de Dona Marlene frutifique e que mais moradores ou grupo de moradores "adotem" outras vielas, para urbanizá-las e ajardiná-las.

terça-feira, 29 de junho de 2010

O projetado mini-distrito no Novo Jardim Pagani na Tribuna do Leitor do JC


Na edição de hoje, 29/06/2010, do Jornal da Cidade,foram publicadas, na Tribuna do leitor, duas cartas sobre a questão do mini-distrito industrial. Publico-as aqui.
Jornal da Cidade de Bauru e região
29/06/2010 - Cartas
 
Minidistrito no Pagani
A leitora Maria Helena Menezes Malmonge, na edição do JC de 20 de junho de 2010, expressa sua opinião favorável ao minidistrito industrial a ser instalado na entrada do Novo Jardim Pagani. Vou comentar alguns pontos de sua mensagem que acredito exigem novo esclarecimento:

Diz ela: ... “Não concordo com esta imposição de não querer que seja construído o minidistrito, pois está em uma área que não é tão próxima das residências.”

Em primeiro lugar, não se trata de nenhuma imposição da Associação de Moradores, pois o assunto, repito, foi objeto de discussão em uma reunião em novembro de 2009 para a qual todos foram convidados. E nessa reunião a grande maioria dos presentes foi contra a instalação do minidistrito.

Em segundo lugar, o minidistrito está sim próximo à área residencial. A primeira rua do bairro está a menos de 100 metros do local que já está degradada pela presença de barracões e pela retífica que ali funciona.

Prossegue ela: “...dentro do bairro existem outros problemas muito mais importantes para serem resolvidos, e não vai ser este minidistrito que vai acabar com o bairro, pelo contrário, ele virá para trazer esperanças para algumas pessoas que querem possuir um espaço no mercado. Quantos empregos serão criados?”

Sabemos que o bairro tem outros problemas, os quais, aliás, estamos lutando para resolver ou pelo menos minimizar com demandas constantes ao poder público e aos moradores do bairro. Isso não justifica a criação de um minidistrito industrial. Muito pelo contrário: os problemas que trará o minidistrito se somarão aos já existentes.

Criação de empregos? Isso é muito discutível. O que vai acontecer é que empresas que estão em outros locais da cidade se transferirão para cá apenas mudando de local os mesmos postos de trabalho, com raras exceções.

Por fim: “Construído, aquele espaço que hoje não está servindo para nada terá outra visão, com certeza estará mais iluminado, pessoas circulando com freqüência, e com tudo isto mais segurança.”

O fato de não haver nada no local não pode nos levar a fazer opções apressadas e inconvenientes para a qualidade de vida dos moradores do bairro. Existem muitas alternativas para o local que são infinitamente melhores para a comunidade do que uma intensificação da atividade industrial que contribuirá, com certeza para a que a já precária infraestrutura do bairro se deteriore ainda mais.

Antonio Morales de Camargo - morador do bairro e 1º secretário da Associação de Moradores do Novo Jardim Pagani

Jornal da Cidade de Bauru e região
29/06/2010 - Cartas

MINIDISTRITO - JARDIM PAGANI
Com toda certeza, a construção de mini-distritos industriais em bairros residenciais não deve ser idéia de quem defende o meio ambiente e qualidade de vida, porque seria uma aberração.

Enquanto o mundo todo busca soluções para melhorar a qualidade de vida em zonas residenciais, nós, pobres tupiniquins, ainda perdemos tempo discutindo sobre esse assunto e aqui vai uma injustiça com os tupiniquins, que certamente não aceitariam esse absurdo.

Li nesta coluna que minidistrito em bairro residencial é progresso! Minha nossa!

Por analogia, imaginemos utilizar outras áreas ociosas e transformá-las em minidistritos, por exemplo o Bosque da Comunidade. Certamente alguns destrambelhados sairiam defensores dessa idéia e, o que é pior, pessoas se acham repre-sentantes da comunidade.

Que tal transformarmos o Parque Vitória Régia em mais um minidistrito industrial, não seria lindo? Quanto progresso, hein!!!

Ou, daqui para frente, todo residencial fechado deverá ter uma área a ser destinada como minidistrito industrial. Seríamos o exemplo do progresso sem limites. Isso é de uma sabedoria...

Fazer plebiscito para essa questão é no mínimo risível. Não se discute a importância da indústria, como ninguém nega a possibilidade de progresso, mas precisamos de ordem; ordem e progresso, essa é a nossa bandeira. O que está se pedindo não é isto ou aquilo, mas sim a manutenção das regras pré-estabelecidas (Jardim Pagani – ZR-3), também não há imposição de ideias, mas apelo ao bom senso.

Luis Cláudio Damasceno






sexta-feira, 25 de junho de 2010

ASSEMBLÉIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO DE MORADORES

 
Foi realizada, ontem, dia 24 de junho de 2010, no Salão Social da Capela São Miguel Arcanjo, ASSEMBLÉIA GERAL da Associação de Moradores do Novo Jardim Pagani, com o objetivo principal de discutir e aprovar o novo ESTATUTO, reformulado de acordo com as exigências do novo Código Civil. Aprovado o ESTATUTO, foram discutidos outros temas de interesse do bairro como a questão da instalação do mini-distrito industrial na entrada do bairro.

Novamente, os presentes se manifestaram contra esse projeto da Prefeitura Municipal e demonstraram preferir outras opções para o local. A Associação de Moradores se comprometeu a continuar lutando por outras alternativas junto ao poder público.

Outros assuntos abordados já foram assunto deste blog em matérias anteriores e objeto de requerimentos da Associação de Moradores para a prefeitura municipal.

Com a aprovação do novo Estatuto, prosseguirá o esforço da Diretoria de legalizar a Associação, com o seu registro em cartório e abertura de novo CNPJ, até chegar à sua plena legalização nos termos da legislação vigente.  Seguem algumas fotos do evento:

terça-feira, 22 de junho de 2010

Limpeza no Bairro


 As equipes da EMDURB estão presentes no NOVO JARDIM PAGANI. Primeiro fizeram a limpeza das vielas. Agora estão limpando e tirando o mato das guias e sargejas e depois pintando as guias com cal.Aos poucos nosso bairro está ficando limpo e mais bonito.

O que se espera é que os moradores colaborem no sentido de manter as calçadas(e rua) em frente a suas casas sempre limpas. Só assim, com a Prefeitura fazendo a sua parte e a colaboração de todos teremos um bairro decente e agradável de se morar. Seguem algumas fotos do pessoal da Emdurb trabalhando:

quinta-feira, 17 de junho de 2010

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Iluminação do bairro. Novas lâmpadas.

 
Começou neste domingo a troca das lâmpadas da iluminação do bairro. A operação será repetida todos os domingos até completar a troca de todas as lâmpadas. As novas lâmpadas emitem um luz amarelada e são bem mais eficientes que as atuais.

O bairro, portanto, vai ficar muito mais claro e iluminado. Poderia ficar melhor ainda se os moradores colaborassem providenciando a poda regulamentar das árvores que ficam na frente de suas casas.

Poderiam fazer mais: árvores consideradas impróprias para as calçadas poderiam ser substituidas por iniciativa dos moradores. Contudo para tal, é preciso solicitar autorização para a SEMMA. Só o próprio morador pode fazer tal solicitação.

Um detalhe: o custo da remoção da árvore é do morador. Em alguns casos mais de um morador pode dividir esse custo, pois certas árvores são um aborrecimento para mais de uma pessoa. A SEMMA fica na Av.Nuno de Assis, 14-60- Telefone: 3235-1080

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Viela em obras!

Começou hoje a reforma e urbanização da viela que o Sr. Osmar Antonio Godoy adotou por iniciativa própria.

Conversou com os vizinhos, com empresas do bairro e com o apoio da Associação de Moradores se dirigiu ao Departamento Social da SEAR( Secretaria das Administrações Regionais) que se prontificou a fornecer mão-de-obra e materiais para transformar a viela que liga a rua Maestro Oscar Mendes(onde mora o Seu Osmar) e a Luiz Bonetti, em um verdadeiro jardim.

Esperamos que "a viela do Seu Osmar" seja a próxima a ser iluminada, como já aconteceu com a viela que liga a Rua Mário Manoel Sales Algodoal e a Silvio Marques Junior e se transforme em mais um exemplo que inspire outros moradores para que cuidem de outras que estão precisando muito de atenção.

Parabéns ao Sr. Osmar e às empresas e moradores que o estão ajudando a viabilizar esse projeto, que é a expressão da verdadeira consciência cidadã.

Seguem algumas fotos do início dos trabalhos:



segunda-feira, 24 de maio de 2010

Mini-distrito industrial no bairro


Por quê a Associação de Moradores do Novo Jardim
Pagani é contra a instalação de um MINI-DISTRITO
INDUSTRIAL na entrada de nosso bairro?

1. O bairro carece de áreas de lazer e locais de convivência comunitária.O local poderia suprir pelo menos em parte essa carência, pois fica ao lado do Estádio Eduardo Coube que está sendo reformado e poderia integrar ali um complexo de lazer interessante para a melhoria da qualidade de vida dos moradores.

2. Já temos uma área bastante degradada em termos residenciais vizinha ao local, que mostra eloquentemente o que o tráfego e presença de caminhões pode fazer. O mini-distrito certamente vai trazer mais tráfego ainda comprometendo ainda mais a área no que se refere à qualidade de vida dos moradores daquela área. Quem quiser saber o que é isso com mais profundidade, pode conversar com os moradores da Rua Prosperina de Queiroz.

3. O bairro já tem um asfalto degradado por décadas de uso sem novo recapeamento. Há muitos tempo só recebe remendos dos tapa-buracos que duram pouco e não resistem à ação da chuva e dos veículos pesados que trafegam pelo bairro. Esse tráfego tende a aumentar com um mini-distrito industrial em sua porta.

4. O poder público afirma que o local tem infraestrutura. Discordamos. Basta ver as duas entradas perigosas que temos, saindo da Marechal Rondon entramos numa rua esburacada e perigosa. Além disso, caso o mini-distrito seja instalado provocará maior consumo de água e energia elétrica que com certeza trará mais aborrecimentos para os moradores do bairro. Estamos aguardando prometida troca toda da iluminação do bairro e as vielas aguardam reurbanização.

5. A infraestrutura em termos de canalização de águas pluviais no bairro é mais do que precária. Em muitos caso inexistente. A falta de bocas de lobo e galerias para receber e escoar água é notória e deveriam constituir prioridade da prefeitura.Há outras alternativas muito melhores para o local que um mini-distrito que supostamente cria empregos. Na verdade, trata-se de transferência de pequenas empresas de outros locais para cá. Como se costuma dizer, nesse quesito troca seis por meia dúzia.

Porisso somos contra. E todos aqueles que colocam o bem público acima de seus interesses particulares também. Há uma pesquisa rodando no bairro sobre o assunto: pense bem antes de responder.

ADALGIZO W. MARTINS FERREIRA
Presidente da Associação de Moradores do Novo Jardim
Pagani

ANTONIO MORALES DE CAMARGO
1o. Secretário

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Continua a limpeza das vielas.

A equipe da EMDURB está de volta no bairro para continuar a limpeza das vielas. Está, esta semana, dando continuidade aos trabalhos. O objetivo é limpar todas como está acontecendo nesta(ver as fotos) entre a rua Luiz Bonetti e a Maestro Oscar Mendes.

O vice-presidente da Associação de Moradores, Sr. Osmar Antonio Godoy tomou a iniciativa de conversar com os moradores vizinhos que concordaram em construir pequenas calçadas junto a seus muros e fazer conserto na passarela de cimento onde transitam os pedestres, melhorando a urbanização da viela.

A idéia é que os moradores das ruas ligadas pelas vielas as adotem, e, a partir de sua limpeza e urbanização, passem a cuidar de sua manutenção. A Associação do Bairro pretende, para tal, efetivar reuniões com os moradores das ruas envolvidas para discutir o assunto e fazer a proposta.

Esperamos que a iluminação prometida - uma das vielas do bairro jé foi iluminada como piloto ( clique aqui para ver a matéria sobre o assunto) - venha logo.



quarta-feira, 12 de maio de 2010

Tapa-buracos no Novo Jardim Pagani


Esta semana tivemos a presença dos tapa-buracos no bairro. Mais uma vez eles aparecem depois de bastante insistência da Associação de Moradores e de moradores que não se cansam de reclamar dos buracos que infestam as ruas do bairro.

Melhor isso do que nada, mas sabemos que daqui a pouco tempo os buracos voltam a aparecer com a ação das chuvas e do movimento de veículos no bairro, especialmente os pesados. Quebra um galho, como se costuma dizer, mas não resolve.

O que queremos mesmo é que se faça o recapeamento de todas das ruas do bairro cujo asfalto, de tão velho e todo remendado já não aguenta mais. Talvez posssamos começar uma campanha para que isso aconteça em futuro não muito distante.

A Associação do Bairro pode enviar ofícios a quem de direito, solicitar apoio de vereadores e os moradores podem enviar cartas para os jornais locais e e-mails para órgãos responsáveis por isso na prefeitura e para os vereadores.
Começo informando o e-mail da Secretaria de Obras: obras@bauru.sp.gov.br

domingo, 2 de maio de 2010

ILUMINADA!

Está pronta a iluminação da primeira viela do Novo Jardim Pagani a receber a melhoria.

Como informamos antes, a viela em questão foi escolhida por ser um exemplo de dedicação e cidadania da Sra. Marlene, uma moradora vizinha da viela, que há mais de 15 anos cuida da viela como se fosse o jardim de sua casa.
Ela aparece na primeira foto abaixo e está muito feliz com o fato.

A idéia é que a viela seja o piloto para a iluminação das demais, muitas das quais ainda precisam de limpeza e urbanização que será executada pelo poder público municipal. Esperamos que isso aconteça logo!

A execução da iluminação é uma conquista da Associação de Moradores com o apoio do Vereador Carlão do Gás que não poupou esforços para que essa reinvindicação se tornasse realidade.




terça-feira, 13 de abril de 2010

Limpeza das vielas do bairro

Finalmente os esforços conjuntos da Associação de Moradores e do Conseg começam a surtir efeito. Hoje de manhã trabalhadores da EMDURB começaram a limpar as vielas do bairro, começando pela que liga a Rua João Virginio de Souza com a Prosperina de Queiroz. Essa é a primeira etapa.

Em seguida, na segunda etapa, queremos que a Prefeitura Municipam urbanize as vielas fazendo os consertos necessários das passarelas. Feito isso vem a terceira etapa: iluminar as vielas. Já está em andamento projeto de iluminação para a viela modelo que liga a rua Mario M.S. Algodoal com a Sílvio Marques Júnior que servirá de piloto para a iluminação das demais.

Pensamos que após feita a limpeza e a urbanização, os moradores da rua em que ficam as vielas limpas e reformadas precisam se reunir para conversar sobre a manutenção permanente das mesmas.

A Associação do Bairro deverá então, estimular os moradores vizinhos à vielas para que as "adotem", pois só assim poderão ser mantidas como espaço útil e de lazer, embelezando o bairro. Consideramos a colaboração dos moradores fundamental para que isso se realize.

Nas fotos abaixo trabalhadores da Emdurb trabalhando na limpeza da viela por onde começaram os trabalhos: